Diario de Sonhos 1 – O dia em que o passageiro não pagou e as SUPER Formigas

Estava eu levando um passageiro de Uber do Ouro Verde, bairro de Campinas até uma faculdade, ou algo desse tipo, era um prédio grande, cor de gelo. A viagem foi tranquila, o rapaz era simpático. De um modo estranho, me vi em casa, acordando de um sono profundo e sem saber como eu havia chego lá. No aplicativo da Uber Driver (para motoristas), a corrida ainda estava ativa, isso fez o preço chegar a R$89,01. Nessa hora eu fique em choque, não sabia como havia chego em casa e ainda não havia recebido o valor do passageiro. Seja bem vindo ao Diario de Sonhos 1.

Na minha busca por achar a resposta de como eu havia chego em casa e, principalmente como receber os R$89,01, pois 25% desse valor é pago a Uber! (Como eu ia retirar isso do meu bolso?)

Fui até o prédio onde deixei o rapaz, encontrei um amigo dele que disse onde ele morava, mas para eu tomar cuidado, ele tinha formigas de guarda, e eram 3 formigas ferozes, que são capazes de matar um homem adulto. Nessa hora eu não entendi muito bem, mas vi aquelas palavras se tornarem realidade na minha mente, mesmo eu sabendo que eram somente formigas.

Cheguei na casa, e me vi dentro de um quarto com uma escrivaninha, rustica e com uma caixa de fosforo semi aberta em cima. De dentro da caixa sairão 3 formigas mistas de cores vermelho e preto. Nessa hora meu coração disparou, pensei que seria a minha morte, pois eram as “super formigas de guarda”.

Elas vieram pra cima de mim, andando pelo chão a minha frente, eu não pensei duas vezes, pisei em todas elas, mas parecia que uma não morria! Ou eu pisei com tanto impeto que ela se espatifou, ou ela tinha entrado dentro do meu sapato! Tirei rapidamente o sapato e dentro da minha meia havia um volume maior, bem debaixo da onda do pé!

Como toda minha força, tirei a meia e, pra minha surpresa, eu havia vestido a meia com outra meia suja dentro. UFA… não era a formiga matadora de homens.

Tudo parecia tão real, nesse momento eu estava novamente deitado no sofá de minha casa (local que eu realmente estava) pensando em como eu havia ido para lá, e como eu iria receber o valor da corrida. Agoniado com isso, parei para pensar um instante.

No pensamento, refleti profundamente que, aquilo que eu estava vivendo não poderia ser verdade, e deveria ser somente um sonho. Nesse momento eu acordei, cai em mim e percebi aliviado, mas com o coração disparado que, foi tudo fruto da minha imaginação.

 

Reflexão do sonho

O valor a ser pago que eu não recebi, se diz respeito a algumas politicas do Uber, onde diz que, eu sou responsável em receber o valor pago em dinheiro. Isso sempre gera um pouco de medo, poder receber uma nota falsa, o passageiro dizer que não tem dinheiro suficiente, etc. Mas, isso nunca aconteceu comigo e espero que não aconteça.

Já as formigas, o que posso dizer é, as coisas são como nós deixamos elas serem, as vezes deixamos palavras de derrota, palavras vazias entrarem dentro de nós e parecerem tão reais, que começamos a pensar que realmente são.

 

O que eu comi antes de dormir

  • Lanche de carne vermelhas picada e frita com alface americana, molho, tudo no pão francês. Preparado por minha linda esposa.
  • Suco de laranja, natural e com muita poupa.

 

Horário que dormi

Fiz algumas corridas de Uber das 9h40 as 11h15, comi o lanche as 00h00. Eram 00h54 quando olhei no celular a ultima vez antes de virar para o lado do sofá e dizer pra minha esposa que ia dormir.

 

Relatos da minha esposa

Ela, um tempo depois que dormi, parou de assistir o filme Pregando o Amor (I’m in Love with a Church Girl) e me chamou para ir pra cama, me abraçou, me chamou de fofo. Eu prontamente disse que já estava indo. (Claro que eu não me lembro de nada disso).

 

Desenho do sonho

Diario-dos-sonhos-1-cobrança-uber-mesa-com-pontinhos-e-tres-formigas

Considerações Finais

Recentemente eu lancei um projeto, o Conserta Eu Sou Android, e pretendo ajudar a todos os usuário de Android do Brasil.

Pedro Armindo

Compartilhando o que aprendi.

%d blogueiros gostam disto: